IMPLANTES

 

A D’Implantes visa ser o mais claro possível no respeito ao uso dos implantes e suas utilidades, tentando orientar e esclarecer as mais diversas dúvidas. Bem vindo ao mundo da implantodontia

O que é um implante dentário?

Os implantes são “parafusos” artificiais, feitos de titânio, que é um metal biocompatível, ou seja, um material que pode ser utilizado em contato com os tecidos orgânicos sem causar reações adversas, permitindo a óssea integração (união osso-titânio), onde a sua função é a de substituir a “raiz” do dente perdido. Os implantes reabilitados desempenham a função mastigatória, estética e fonética.

 

Qual é a sua utilização?

A ideia de colocar um implante costuma causar medo e aflição nas pessoas. O implante dentário é feito sob anestesia local e com muito cuidado. Em alguns casos especiais, é necessário sedar o paciente e manter a presença de um profissional anestesista. Tudo para que a segurança do paciente seja preservada.

O que é Osseointegração? 

É o processo pelo qual o implante se integra ao osso após a instalação, deixando os implantes sem mobilidades ou sintomas durante as forças mastigatórias funcionais, permitindo a alta taxa de sucesso na reabilitação dos pacientes.

Sou candidato ao implante dentário?

Se você tem algum dos seguintes problemas, veja:
Próteses que não oferecem segurança, ou causam dor; ou Se a estética da prótese não é a ideal. Preste muita atenção!
Nem todas as pessoas podem receber implantes. Antes de dar início ao tratamento, é realizada uma avaliação para verificar se o paciente pode realmente passar pela cirurgia. Por esse motivo, é muito importante que seja agendada uma avaliação através de radiografias, tomografias, exames clínicos e laboratoriais.

Quem fuma pode fazer um implante dentário?

O tabagismo dificulta tudo, pois o fumo prejudica gravemente a saúde de seus dentes e também a saúde dos tecidos ao redor dos implantes, mas mesmo assim é possível realizar implantes dentários em fumantes, com bons resultados.

Quanto tempo dura um implante?

Um implante dentário de ótima procedência, colocado segundo o protocolo, com uma prótese bem ajustada ao implante dentário e à oclusão do paciente, com uma boa higiene dentária, dura muitas décadas. Existem casos documentados na literatura científica de implantes dentários em função por mais de 30 anos.

Pacientes que não tem osso podem receber implantes?

Cada caso é um caso. Hoje em dia a Odontologia está muito avançada e casos que antes não tinham solução, já podem ser tratados com sucesso.

Geralmente pacientes com falta de quantidade óssea pode submeter-se a cirurgia de enxerto para o aumento do osso. Existem muitas técnicas para solucionar esse tipo de problema. Alguns desses procedimentos poderão ser realizados em consultório particular, já outros deverão ser realizados em ambiente hospitalar.

Dói colocar implantes?

Não, pois o paciente é anestesiado no ato da cirurgia e, antes da cirurgia ser realizada, é feita uma boa avaliação com planejamento para a execução da cirurgia. O paciente é orientado com informações minuciosas para o pós-operatório e como deve seguir com os cuidados e higiene. A D’Implantes possui equipamentos de altíssima qualidade e de última geração para gerar o mínimo de trauma durante a cirurgia. Cabe-se ressaltar que as orientações pós-operatórias passadas pelos profissionais da D'Implantes são de suma importância, e o paciente deve seguir corretamente para o não surgimento de dor e complicações. A cooperação do paciente é muito importante.

Quais os benefícios dos implantes?

Os implantes têm vários benefícios, podem repor a perda de um dente natural sem a necessidade de desgastar os dentes vizinhos para a preparação de uma prótese fixa ou removível, melhora a aparência e o conforto (próteses removíveis são incômodas), a forma de falar, a alimentação (pois restaura a eficácia da mastigação, tornando comparáveis aos dentes naturais).

Evitam os embaraços – Um dos maiores medos dos possuidores de próteses dentárias é que estas caiam à frente de outros, que as descubram no banheiro ou que estejam agarradas a algum pedaço de pão. Os implantes eliminam essas situações. O gesto de colocar a mão à frente durante o riso desaparece.

Protegem os dentes naturais que restam – Os implantes dentários devem ser cuidados como os dentes naturais. Retêm menos placa bacteriana que as próteses removíveis e não prejudicam os dentes adjacentes.

 

 

Protocolo de Bränemark ( Implante total )

O cientista e Dr. Per-Ingvar Bränemark revolucionou a implantodologia mundial. Em seus estudos havia uma preocupação principal com pacientes totalmente desdentados, mutilados, sem todos os dentes que por algum motivo os levou a esta condição. Para esses casos, ele criou uma técnica cirúrgico-protética chamada até hoje de “Protocolo de Bränemark”.

Qual é o objetivo deste protocolo?

O Protocolo de Bränemark consiste na reabilitação inferior e superior de pacientes totalmente desdentados. Nestes casos, por não possuírem altura óssea necessária para a estabilidade da Prótese Total Removível, são instalados 5 ou mais implantes na região anterior do osso mandibular, quando então passarão a dar sustentação a uma prótese total fixada nos implantes. Esta é confeccionada a partir de uma estrutura metálica que se estende até a parte posterior da mandíbula, sobre a qual são prensados dentes de resina acrílica. Portanto, nesta proposta original, o paciente fica sendo portador de uma Prótese Total Removível Superior e de uma Prótese Total Inferior Fixa sobre implantes.

A colocação demora?

Nesta técnica, pode-se confeccionar os dentes artificiais imediatamente, após a cirurgia dos implantes, ou meses após a sua colocação. Vai depender da qualidade do osso apresentado e do estado de saúde do paciente.

Pacientes relatam conforto e segurança nesse tipo de técnica, elevando a auto estima e consequentemente o prazer na alimentação.

Carga imediata total ou protocolo Bränemark?

Também conhecido por implante de carga rápida ou implante do mesmo dia, este procedimento de reposição rápida de dentes, tem indicações precisas, e tem um histórico de sucesso e uma grande durabilidade.

Em que casos o paciente pode receber carga imediata?

Os implantes com carga imediata podem ser utilizados nos seguintes casos:
• Arcada total sem dentes (substituição de dentadura por dentes fixos)
• Arcada completa com alguns ou poucos dentes (normalmente dentes ou raízes dentárias com doença periodontal, muito cariados ou próteses antigas).

Os resultados são perfeitos? Os implantes duram pra sempre?

Os resultados podem depender da situação do osso, da gengiva e da expectativa do cliente. Por esse motivo é necessário que haja uma conversa com o paciente sobre os possíveis resultados através de outros casos semelhantes. Quanto a ser para sempre, é importante lembrar que Deus deu dentes perfeitos para o paciente, e que, por uma série de motivos eles não permaneceram para sempre. Em suma, a princípio, os implantes são para sempre, mas em saúde não existe 100%.

 

Overdenture

As overdenture sao proteses removiveis, que são fixas em dois ou mais implantes, e podem ser instalados na maxila ou mandíbula. 

 

 

Carga Imediata Unitária

A técnica de carga imediata unitária é utilizada em pacientes que tiveram a perda de um ou dois dentes em diferentes regiões, pudendo assim melhorar a estética deixando o dente de um modo natural.

O que é implante unitário?

Com a ausência de um dente por causa de acidente ou mesmo remoção a melhor forma de preencher o local vazio é fazendo implante unitário. As vantagens são evidentes:
Os dentes vizinhos ficarão intactos.
O dente fica preso pelo implante sendo assim facilitando a limpeza por fio dental.
Não sofre por doenças (caries e infiltrações).
No caso  a seguir foi feito extração da raiz residual, implante imediato com coroa provisória, tempo de consulta em media 1:30h, a coroa definitiva será instalada num periodo de 4 meses após a data da instalação do implante.

                           

Um implante tradicional na arcada superior pode levar até seis meses para conseguir o resultado definitivo, e na mandíbula (arcada inferior) entre três e quatro meses. Já o Implante de Carga Imediata permite ao paciente submeter-se a todas as etapas do processo numa única consulta, e sair dela já com o dente pronto.

 

Tem casos específicos?

O tratamento imediato só é recomendado para dois tipos de paciente:

1) Quando houve fratura de dente da frente ou quando o tratamento endodôntico (canal) foi mal sucedido, porém tem estrutura óssea suficiente.

2) O paciente que já perdeu o dente em media há cinco anos.

Em ambos os casos, o dente colocado no momento da cirurgia é provisório e a confecção da prótese final, seguirá o mesmo procedimento que o implante tradicional.

 

É possível fazer a cirurgia após a extração do dente?

É possível sim, desde que seja um dente da parte anterior (da frente) e que a região óssea do dente extraído seja boa.

Aqui na D’Implantes também temos casos de pacientes que decidiram trocar um dente com pino por um implante. Essa troca foi feita por recomendação do dentista.

 

Cuidados com um implante unitário

É importante limpar entre e ao redor dos implantes, este espaço pode ser muito estreito.

A falta de uma higienização adequada pode contribuir para o surgimento de inflamações graves como:
• Mucosite peri implantar - É uma condição inflamatória que acomete o tecido mole em volta do implante.
• Peri implantite - também afeta o osso ao redor do implante nos tecidos ao redor dos implantes.
Ambas estas doenças são infecciosas.

A D´Implantes também alerta para o uso do tabaco, pois este também pode levar aos mesmos processos infecciosos descritos anteriormente.

Dicas de limpeza

  • Utilizando uma fita dental deslize-a em volta do implante de modo a limpar o espaço entre o implante e a gengiva.
    • Introduza a escova interdental suavemente fazendo movimentos para frente e para trás.
    • Faça a limpeza também na face lingual