CIRURGIA

 

O que é frenectomia?

Frenectomia é o processo de remoção do freio labial ou lingual, tanto inferior quanto superior. O freio labial é uma prega fina, normalmente em formato triangular, de base voltada para cima. Abaixo o exemplo de dentes separados por causa do freio labial.

O que é freio labial?

Freio labial, como foi dito acima, é uma prega fina em forma de triangulo que fica presa ao lábio e pode atrapalhar na junção de dois dentes como no caso ‘B’ da imagem abaixo.

Como é o tratamento?

O procedimento de correção de freio labial divide-se em duas fases, uma preliminar e outra cirúrgica.

A fase preliminar consiste em preparo da boca (campo operatório, cuidados anticépticos, etc.) e anestesia (infiltração periférica).

A fase cirúrgica, ou seja, a operação propriamente dita consiste em: incisão (corte feito por bisturi), frenectomia e sutura (Pontos cirúrgicos para unir pele, músculos e vasos).

O tratamento tem riscos?

Toda cirurgia têm riscos, porém, os riscos da frenectomia são mínimos. Fazendo o tratamento de modo correto e com um bom profissional os resultados serão muito bons.

Pós-tratamento

Após o tratamento, o paciente deverá sentir algum incomodo devido à cirurgia. Os cuidados básicos são simples: higiene, alguns remédios analgésicos (para não sentir dor no período após a cirurgia) e anti inflamatórios para evitar infecções.

Aconselha-se alimentação pastosa e fria nos primeiros dias após a cirurgia. É importante não fazer movimentos muito brutos com os lábios e seguir as orientações dadas pelo dentista. 

O que é apicectomia?

É uma cirurgia que tem por finalidade remover a lesão que se forma no ápice (ponta da raiz do dente), través de curetagem, ressecção e corte parcial da raiz removendo possíveis granulomas ou até cisto.

Por que devo fazer essa cirurgia?

Essa cirurgia é indicada em dentes onde o tratamento endodôntico (canal) fracassou (Raios-X 1) e que possuam coroas cerâmicas ou núcleo (pino metálico) já que durante a remoção da coroa pode fraturar a raiz. Também está indicado em casos de cisto de grandes proporções (Raios-X 2).

Em casos de granulomas ou pequenos cisto normalmente apenas a remoção da polpa dentária e a desinfecção do canal já basta para sanar o problema.

Mas, não é sempre que se pode resolver desta maneira, se a infecção estiver no ápice da raiz do dente, será necessário outro método, a apicectomia.

Por que pode haver lesão na ponta da raiz?

Por causa de necrose (“morte”) da polpa criando um processo inflamatório ou tratamentos endodonticos mal realizados.

Não há outros recursos? Tomar antibióticos resolve?

O uso de antibióticos é um bom auxilio, porém, é necessária a cirurgia para fazer a remoção de tecidos contaminados assim sanando regiões em que os medicamentos não podem agir.

É certeza que não terei problemas após a cirurgia?

As chances de haver um re-tratamento são mínimas, uma vez que a cirurgia foi bem sucedida.

O dente ficará menos resistente a forças mastigatórias?

Não. Ficaria se a infecção progredisse em volta da raiz.

Poderá ser realizada em qualquer tipo de dente?

O acesso é mais fácil nos dentes anteriores superiores. Dependendo da anatomia e das condições locais, é possível que essa cirurgia seja realizada em outros dentes.

É uma cirurgia complicada? Tenho que me preocupar?

Não há o que se preocupar, na clinica D’Implantes só trabalham profissionais na área que tem total controle do que estão fazendo, com segurança e uma excelente estrutura. A cirurgia não é tão complicada quanto parece, pois não há muita manipulação de tecidos.